Press Room

Nota de Esclarecimento
Posted on April 6, 2018

Belo Monte Transmissora de Energia – BMTE

 

Nota de Esclarecimento

 

A respeito das últimas notícias veiculadas pela imprensa na data de hoje, 06/04/2018, a Belo Monte Transmissora de Energia – BMTE informa que:

Na tarde de 21 de março de 2018 houve um desligamento do Bipolo 1 da BMTE quando o mesmo estava transmitindo 3.700 MW em processo de elevação da potência transmitida para o programado de 4.000 MW. Ocorre que para permitir transmitir energia da usina de Belo Monte para o Sistema Interligado Nacional (SIN) sem as instalações planejadas e que não se materializaram devido à liquidação judicial da ABENGOA, foi necessário operar em situação provisória conforme autorização da ANEEL e do ONS.

Sobre a autorização provisória:

  • A integração da usina de Belo Monte ao Sistema Interligado Nacional (SIN) ocorreu sem a expansão prevista do sistema de transmissão em corrente alternada devido liquidação ABENGOA.
  • MME e ANEEL solicitaram BMTE para efetuar parte das instalações ABENGOA.
  • Resolução Autorizativa 6262 de 28-03-18 da ANEEL autoriza BMTE para implantar barramento de interligação entre SE Xingu e Conversora BMTE em Xingu – Contrato de concessão 014-2014.
  • ABENGOA embargou a obra na justiça retardando seu início.
  • Para permitir que o Bipolo pudesse entrar em operação em final de 2017, a BMTE propôs solução temporária operando-se entre dezembro 2017 e final março de 2018 com apenas uma barra.
  • Assim a conexão entre a SE Xingu e a conversora foi feita por barramento singelo com risco de desligamento por falha simples – que era a situação operativa no dia desligamento.
  • ONS E ANEEL sabiam que até a entrada das duas barras (abril 2018) a BMTE estaria em situação provisória.
  • A BMTE informou para a ANEEL e ONS pela carta BMTE-CD-DT-01 04/2017 indicando as etapas de implementação e o risco operacional desta solução provisória.
  • O ONS pela Carta ONS-0388/200/2017 de 06/junho/2017, reconhece:
  1. Sobre os aspectos apontados pela BMTE em sua correspondência quanto às obras na SE Xingu, o ONS entende que a mesma é vantajosa para a operação do sistema, pois possibilitará a entrada em operação do 1º bipolo de Belo Monte na data contratual, ou eventualmente com alguma antecipação, o que é extremamente benéfico para as atuais condições energéticas do SIM. Julga-se relevante também destacar os seguintes aspectos:

4.1   Não são observadas restrições para a operação da SE 500 kV Xingu com barramento singelo considerando a análise de operação em regime normal e análise de contingência simples de equipamentos dessa SE. Contudo, deve-se destacar que, neste período, a perda simples de equipamentos existentes na SE seguida de falha de disjuntor e atuação da proteção para essa falha poderá resultar no desligamento da barra e consequente desligamento do bipolo 1 de belo monte

Sobre o projeto e os testes do sistema de proteção:

  • De modo a garantir a máxima exploração dos recursos energéticos diante das possíveis contingências internas ao bipolo Xingu-Estreito e de contingências externas nos sistemas CA (sistemas terminais do sistema CCAT e da interligação norte-sudeste), foi definido um sistema especial de proteção (SEP), definido pelo ONS com base nos estudos pré-operacionais para integração do bipolo Xingu – Estreito ao sistema Interligado Nacional.
  • Devido a situação provisória sem o sistema da ABENGOA e para viabilizar a conexão das primeiras unidades geradoras da UHE BELO MONTE, minimizando as restrições de despacho nesta usina, foram definidas pelo ONS ações complementares de controle e proteção sistêmica, baseadas no sistema especial de proteção – SEP.
  • A BMTE desenvolveu o SEP e, em dezembro/2017 foram iniciados os testes de campo das cinco lógicas estabelecidas pelo ONS para compor o SEP – com testes realizados em potências inferiores a 2.000MW (devido e restrições do SIN), os quais após diversas modificações sugeridas pelo ONS para implementação, foram considerados concluídos.
  • Posteriormente, em 06 de fevereiro de 2018 em reunião entre o ONS e a BMTE discutiu-se algumas novas modificações recomendadas pelo próprio ONS a serem implementadas nos cinco circuitos lógicos já testados em campo, de forma a prover aperfeiçoamentos do SEP.
  • Esses aperfeiçoamentos foram implementados pela BMTE e testados em Simulador do Sistema do próprio ONS.
  • Os testes de campo foram então executados cumprindo todos os itens da lista de testes definidos pelo ONS e concluídos com sucesso em 19/03/2018. O bipolo, então, foi disponibilizado para operar ao nível de 4.000 MW.
  • Para execução desses testes o próprio ONS determinou que as lógicas fossem testadas com nível de transmissão de 1.000MW. Portanto os testes não foram feitos com nível de 4.000MW.  Caso tivéssemos testado com 4.000 MW esse evento ocorrido em 21/03 teria sido detectado.

Sobre o ocorrido no dia do desligamento:

  • O desligamento sucedido em 21/03/2018 foi iniciado pelo desligamento do disjuntor de interligação de barras entre a SE da LXTE e a da BMTE.  Tal disjuntor tinha proteção de sobrecorrente limitativa que impediu o fluxo de 4.000 MW. Porém, o mesmo teria ocorrido se tivéssemos tido um curto na barra de 500 kV da nossa Conversora ou na barra de 500 kV da SE Xingu da LXTE devido a condição provisória da interligação.
  • O ajuste equivocado na proteção do disjuntor teria sido detectado no teste feito 19/03 caso os testes tivessem sido feitos com a potência de 4.000MW – na realidade descobrir esses tipos de problemas em instalações recém construídas é exatamente o objetivo de testes.
  • O que realmente causou esse desligamento foi a condição provisória da interligação entre a Conversora e a SE Xingu devido à falta das instalações da ATE XXI que obrigaram implantar uma instalação provisória, que vem cumprindo com seus objetivos, mas que implicou em riscos adicionais que foram previstos e expressados pela BMTE na carta BMTE-DT 0106/2017 e pelo ONS na carta ONS-388/200/2017, já citadas acima.
  • Sobre o funcionamento do sistema de controle SEP – o mesmo funcionou conforme projetado, o que foi comprovado por testes de simulador e de campo, dentro das fronteiras definidas pelo ONS.
  • Nas lógicas usadas para desenvolver seu projeto e na concepção do caderno de testes do SEP, não existia o evento de perda total da ligação entre o pátio de 500 kV da BMTE e a SE XINGU que interliga a usina de Belo Monte, ocorrida no dia do desligamento devido a operar em situação provisória.
  • A topologia do sistema, em operação no momento do desligamento, era muito degradada em relação a rede completa que seria aquela com a entrada das instalações de todos os agentes e que não se materializaram. Portanto, estamos trabalhando com uma situação que equivale a maiores riscos de contingências do que o planejado.
Read More

ESCLARECIMENTO SOBRE O DESLIGAMENTO OCORRIDO NO ULTIMO DIA 21 DE MARÇO DE 2018.
Posted on March 23, 2018

BELO MONTE TRANSMISSORA DE ENERGIA – BMTE
ESCLARECIMENTO SOBRE O DESLIGAMENTO OCORRIDO NO ULTIMO DIA 21 DE MARÇO DE 2018.

A respeito das últimas notícias veiculadas pela imprensa, sobre diversos aspectos que envolvem o desligamento das instalações de transmissão – (UHVDC), a BMTE informa que:

1. Na tarde de 21 de março de 2018 houve um desligamento do Bipolo 1 da BMTE quando o mesmo estava transmitindo 3.700 MW em processo de elevação da potência transmitida para o programado de 4.000 MW. Este desligamento está sob análise da área técnica da BMTE. Informações preliminares indicam que a causa do desligamento foi o mal funcionamento da proteção do disjuntor da barra que interliga o pátio de 500 kV da Estação Conversora de Xingu ao pátio de 500 kV da Subestação que recebe as linhas de transmissão que trazem energia da usina. Com a abertura desse disjuntor houve interrupção do fluxo de energia da usina para a estação conversora o que foi detectado pelo sistema de proteção da conversora e seu correspondente desligamento.

2. Não houve falha de equipamento. Houve operação indevida da proteção por ajuste da mesma. O equipamento em questão é um disjuntor de 500 kV, idêntico a milhares em operação em várias instalações no Brasil e no mundo. Todos os equipamentos são novos, de ultima geração e comprados pela BMTE de um dos mais renomados fabricantes mundiais.

3. Não houve qualquer defeito nas linhas de transmissão em corrente contínua nem nas duas estações conversoras de corrente alternada para contínua e vice-versa.

4. O Bipolo 1 foi desligado às 15:48h e após as verificações nos locais apropriados o Bipolo (Linha de transmissão e ambas Conversoras) foi disponibilizado ao sistema para operação às 16:11hm e está operando normalmente.

5. Em qualquer empreendimento novo do setor elétrico as regras estabelecem um período de 06 (seis) meses a partir da data de início da operação comercial para ajustes e testes sem penalização financeira. As instalações da BMTE tiveram sua entrada em operação comercial no dia 12/12/2017.

6. A Belo Monte Transmissora de Energia (BMTE) é uma empresa brasileira – Sociedade de Propósito Específico (SPE), fundada em 15 de abril de 2014 e composta pela State Grid Brazil Holding, que detém participação de 51%; e pelas brasileiras – subsidiárias da Eletrobras – Furnas e Eletronorte, com 24,5% cada. A empresa foi constituída para construir, operar e manter, durante o período de concessão de 30 anos estabelecido pela Aneel, a Linha de Transmissão de Corrente Contínua em Ultra-Alta Tensão (UHVDC) de ±800 kVCC Xingu (PA) – Estreito (MG), as Estações Conversoras de Xingu e de Estreito de 4.000 MW e Instalações Associadas ao seu pleno funcionamento.

A Belo Monte Transmissora de Energia reitera seu compromisso com a sociedade brasileira através do esforço continuo estabelecendo altos padrões de qualidade e disponibilidade de serviço.

Read More

The inauguration ceremony of the first transmission line of ± 800 kV UHVDC – Ultrahigh-Voltage Direct Current – of Latin America was taken place by Belo Monte Transmissora de Energia on December 21st, 2017 in Ibiraci – MG
Posted on December 26, 2017

The opening event of the first electric power transmission line of 800 kV UHVDC – Ultrahigh-Voltage Direct Current – of Latin America was held in Estreito converter station in the city of Ibiraci , state of Minas Gerais. Mr. Shu Yinbiao, President of  State Grid Corporation of China, was present at the event in a real-time video conference where he made  a speech directly from China. Cai Hongxian, President of State Grid Brazil Holding, Fernando Coelho Filho, Minister of Mines and Energy, Moreira Franco, Minister of General Secretariat of the Presidency, Wilson Ferreira Jr., President of Eletrobras, Luiz Eduardo Barata, Electrical System National Operator Chief Executive, Li Jinzhang, China’s Ambassador in Brazil,  Chang Zhongjiao, President of Belo Monte Transmissora de Energia, Ricardo Medeiros, President of Furnas and  Antonio Barra, Eletronorte Economical and Financial Director among other authorities, were also present at the event.

With an investment of about R$ 5 billion, the Transmission Line ± 800 kV UHVDC Xingu-Estreito-Bipolo1 has a length of 2,076 km, starting in Pará, (PA), crossing Tocantins (TO) and Goiás (GO) until the south of Minas Gerais (MG).

The ±800 kVDC Direct Current Transmission Line (DC) Xingu-Estreito – Bipole 1, two Converting Stations AC/DC having the capacity of 4.000 MW, two earth electrodes and their respective transmission lines, with 36 km in Pará and 72 km mainly in the state of São Paulo, six telecommunications repeating stations and seven maintenance centers among other associated installations, passes  through 70 municipalities.

The project, which was put into operation on December 12th, 2017, benefits 22 million people as well as reinforces and gives considerable reliability to the National Interconnected System (Sistema Interligado Nacional – SIN) being the most economical form of transmission of large amounts of energy point-to-point in large distances.

Read More

First transmission bipole of ± 800 kV UHVDC goes into operation two months in advance
Posted on December 14, 2017

The first Latin America ±800 kV UHVDC (Ultrahigh-Voltage Direct Current) Electricity Transmission Line came into operation on December, 12th, 2017 which drains energy generated by the Belo Monte Power Plant in Xingu (Pará, North of Brazil) to the National Interconnected System (SIN – Sistema Inter Nacional) in the Southeast region.  The enterprise started within two months period in advance established by the Electric Energy National Agency (Agência Nacional de Energia Elétrica – Aneel)

With an investment  about R $ 5 billion, the Transmission Line ± 800 kV UHVDC Xingu-Estreito-Bipolo1 has a length of 2,076 km, starting in Pará, (PA), crossing Tocantins (TO) and Goiás (GO) until reaching the south of Minas Gerais (MG), passing through 70 municipalities. The project also includes two 4000 MW capacity converter stations, two ground electrodes and their respective transmission lines with 36km in the state of Pará and 72km predominantly in the state of São Paulo, six telecommunication repeater stations and seven maintenance centers, other associated facilities.

Belo Monte Electricity Transmission (BMTE – Belo Monte Transmissora de Energia) a Specific Purpose Society (Sociedade de Propósito Específico – SPE), it was compounded by the Chinese State Grid Brazil Holding which holds 51% for its participation; and by the Brazilian ones – Eletrobras subsidiaries – Furnas and Eletronorte with 24,5% each, was responsible for the construction .

Fotos

Read More

Belo Monte Transmission Company starts to construct the first Ultra High Voltage Line
Posted on June 14, 2016

Brazil started the construction of the first Ultra High Voltage Line, which will transmit the energy from the Belo Monte Hydroelectric Plant (11.233MW) to the big energy consumption centers of the country. The structures of the Direct Current Line between Xingu (PA) – Estreito (MG), will be the first 800 kV line of the country, totaling 2,087 kilometers in length.

 

The project with these features, has few precedents in the world, and it is being constructed in eight stretches. With about 2,200 employees, the works are in full operation and the land process is almost complete. The Xingu Converter Station has 403 employes, which have completed the earthworks and already doing the Civil Works. In the Estreito Converter Station was already started the concreting of the transformer base’s foundations and is already on the Valve Hall erection phase. And on this phase have approximately 180 employees.

 

The Forecast for the start of operation is on February 2018, with efforts for early completion for December 2017 to not restrict the flow of the energy generated in the Belo Monte Hydroelectric Power Plant.

 

The Belo Monte Transmissora de Energia consortium, State Grid (51%), Furnas (24.5%) and Eletronorte (24.5%), receives biweekly monitoring by technical teams of the Ministry of mines and energy (MME), National agency of Electrical Energy (ANEEL), Energy Research Company (EPE) and  National Power system operator (ONS).

Source

Read More
Categories
Archive